Home

25 de Maio- Dia Internacional da África

Dia da África e será celebrado com música, cultura, gastronomia, feira de artesanato e palestras no Memorial de Curitiba, dias 26 e 27.

O próximo final de semana será marcado por intensa atividade cultural em homenagem ao Dia da Libertação da África, celebrado todo dia 25 de maio. A data é importante para resgatar a importância deste continente, celebrar sua beleza, sua riqueza e as importantes contribuições negras na fundação e desenvolvimento de Curitiba e de todas as cidades centenárias do Paraná.

flyer _ Dia da África Abiola

O dia 25 de maio marca a luta do povo africano por sua independência e libertação colonial. O povo africano se organiza com o objetivo de enfrentar os desafios da construção de uma África solidária, democrática e real. A data marca a fundação da Organização da Unidade Africana, em 1963 em Addis Abeba, na Etiópia. Participaram daquele momento histórico 32 Estados Africanos.  Apesar da conquista da independência formal, muitos países africanos não romperam totalmente suas relações com as ex-metrópoles e essa continuidade de opressão originou o surgimento do neocolonialismo, um modelo de continuidade da dominação estrangeira na política e na economia das nações africanas.

Para nós, afro-curitibanos e africanos da capital do Paraná, os desafios vão desde o reconhecimento da existência da nossa população afrodescendente, negada historicamente, desmistificando a falsa ideia de que em Curitiba não existe população negra. Há anos vimos lutando pela visibilidade da presença negra na fundação e desenvolvimento das cidades centenárias do Paraná e em todos os seus ciclos de riqueza.  Para além da mão de obra, alguns  exemplos de contribuição positiva da presença negra no desenvolvimento da capital foram, entre outros, os mestres construtores especialistas em taipa, responsáveis pelas mais antigas edificações da cidade; os africanos detentores das técnicas milenares de prospecção, extração e fundição do ouro, do bronze e do ferro; e a participação dos brilhantes engenheiros negros irmãos Rebouças na qualificação do Mate para exportação. Para conhecer melhor sobre a contribuição negra na fundação de Curitiba e das cidades centenárias do Paraná, a Feira terá um estande de livros, com destaque para a obra poética “Oralidades Afroparanaenses: fragmentos da presença negra na história do Paraná”, a 35 reais, que apresenta de forma poética uma série de histórias e estórias de comunidades remanescentes de quilombos e comunidades tradicionais negras paranaenses.

Os estandes brasileiros e africanos, da Nigéria e do Senegal, trarão produtos naturais, artesanais, moda, acessórios, esculturas e delícias culinárias. Os valores das peças variam entre 20 e 350 reais. Ao longo da programação serão realizadas apresentações poéticas e musicais, com destaque para as palestras, no sábado, e o Desfile de Moda “África”, no domingo. A atividade está sendo organizada pela Comunidade Nigeriana no Estado do Paraná – CONIPA. Mais informações no FB Conipa Conipa.

 

Dia Internacional da África

Evento multicultural em comemoração ao Dia Internacional da África.
Música, cultura, gastronomia, feira de artesanato, palestras.

Local: Memorial de Curitiba – Largo da Ordem

Datas: sábado e domingo, dias 26 e 27 de maio.

Horários: das 9h às 18h30

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s